A promessa é sempre maior que o deserto - Final

By sexta-feira, setembro 07, 2012 , ,

“Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo (...) Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam". (Mateus 4:1,11)

Na semana anterior, estudamos sobre o fato de que todos passam por um deserto e que nem Jesus escapou disso. Aprendemos que é necessário administrar nossa vida enquanto estivermos no deserto para nos tornamos conquistadores. Caso contrário, nenhuma outra situação mais nos ensinará. Se você passar pelo deserto e não souber tirar lições dele, em nenhum outro lugar aprenderá a ver a dimensão do Reino de Deus.

Agora estudaremos sobre a vida de Josué e sobre os outros ensinamentos que o deserto traz para nossas vidas.

Josué

Josué andava com o líder, sempre atento ao que Moisés fazia. Teve até ciúmes quando dois homens que não eram ‘do seu grupo’ profetizaram (Números 11:27-29). Josué e Calebe foram os únicos dos 12 espias que não se assustaram com os gigantes para conquistar a terra (Números 14:6-9).

Porém, depois da morte de Moisés, Deus precisou encorajar Josué. “Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente esforça-te e mui corajoso (...) Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.” (Josué 1:6,7,9)

Percebemos claramente na vida de Josué que uma coisa é fazer parte da liderança e se despreocupar por ter alguém experiente por perto; outra coisa é assumir o governo de uma multidão e, paradoxalmente, se ver sozinho, como líder, principalmente no deserto.

Mas, vemos o resultado da ordem de Deus a Josué no capítulo 12. “Estes, pois, são os reis da terra, aos quais os filhos de Israel feriram e cujas terras possuíram além do Jordão para o nascente do sol, desde o ribeiro de Arnom, até ao monte de Hermom, e toda a planície do oriente (...) trinta e um reis ao todo.” (Josué 12:1 e 24)

Moisés conquistou um povo, Israel, enquanto estava no deserto. Josué, preparado no deserto, entrou na terra prometida e conquistou 31 reinos. Que experiência tremenda esses homens tiveram no deserto! Ali foram forjados no caráter e no temperamento, e viveram situações que foram suficientes para fazer deles líderes de excelência.

Após passarmos pelo deserto, passamos a:

1. Compreender

Compreender aqueles que enfrentam o mesmo nível de dificuldades ou até mesmo dificuldades maiores. Compreendemos que a dor do outro deve ser respeitada e orada por nós. Também somos compreendidos pelos que estão vivendo um momento similar.

2. Cuidar melhor de nós mesmos, da família e dos amigos

O deserto devolve a nossa humanidade, olhamos para os outros com respeito, porque percebemos que todos somos iguais. Automaticamente, passamos a cuidar melhor da nossa vida, da família e dos amigos que Deus nos deu, pois entendemos que tudo o que temos vem dEle.

3. Ser mansos

Se não nos amansarmos no deserto, não vamos ser domados em nenhum outro lugar. Infelizmente, há pessoas que insistem em não aprender a lição que Deus quer lhes dar no deserto. Mas deserto é lugar de aprender a ser domesticado, a ser amansado. Não que sejamos animais, mas, às vezes, agimos como verdadeiras feras, não é verdade?

4. Saber que só Deus pode ajudar-nos

No deserto, chega um momento que descobrimos que o líder é importante, os amigos são importantes, mas que tanto líder como amigos são instrumentos para aliviar a dor e nos ajudar, porém nossa dependência vem do Senhor.

No deserto, também temos oportunidade de aprender que:

. As lágrimas são enxugadas;
. O medo é arrancado;
. O ânimo é renovado;
. A fidelidade é treinada.

Todo deserto tem um começo e um fim. Se você estiver passando por um deserto, quando chegar ao outro lado e olhar para trás, verá que nasceu um líder de êxito, manso e de autoridade. Tenha consciência de que todos nós precisamos e vamos passar por desertos; faz parte do aprendizado da vida.

O melhor do deserto, além do aprendizado que ele nos traz, é saber que não estamos sozinhos, o Espírito Santo nos guia no deserto.

Os homens caem porque confiam em si mesmos. Jesus foi levado ao deserto pelo Espírito Santo para ser tentado pelo diabo e venceu. Jesus sabia que, como homem, se não estivesse preparado e guiado pelo Espírito, o diabo o venceria.

Quando Deus fortalece nosso caráter no deserto, nenhum principado nos vence, pois o inimigo não nos pega despreparado. Bem-vindo ao deserto! Ele não é maior que a promessa.


 

EU SOU UMA MULHER AMADA, ACEITA, VALORIZADA, UNGIDA, INTELIGENTE ABENÇOADA, CONTROLADA, MÃE, COMPANHEIRA, ALEGRE, AMIGA, SÁBIA E VITORIOSA EM TODAS AS ÁREAS DA MINHA VIDA.

You Might Also Like

0 Deixe seu comentário

Obrigada pela visita !

Deus te abençoe com toda a sorte de bençãos nas regiões celestiais.

Eu declaro que você viverá dias de alegria,de paz de saúde,de prosperidade,de amor.Nesses dias, o Senhor mudará a sua sorte e a sua boca se encherá de riso e a sua família viverá o melhor de Deus. Em nome de Jesus.