8º Dia da Campanha - Odres Novos X Odres Velhos

By quarta-feira, abril 18, 2012 ,






O tema do Congresso Internacional de Louvor e Adoração Diante do Trono frisou a importância de sairmos da comodidade espiritual e nos renovarmos sempre em busca do vinho novo – que Deus tem para derramar sobre os seus. Durante os três dias de congresso, as ministrações deram continuidade umas as outras focando temas ligados ao tema central: Odre Novo, Vinho Novo.

 O pastor Gustavo Bessa pregou, na manhã de sexta-feira (6/4), sobre a diferença entre dois perfis de crente, fazendo um paralelo entre o odre velho e o odre novo – e suas características.

Confira a mensagem, mas antes, entenda o que significa o odre em nossa vida, tema ministrado no primeiro dia de congresso, pela pastora e ministra de louvor, Ana Paula Valadão Bessa


o que são os odres?
(Versículo-tema: Mateus 9.10-17)

Ana Paula explica que o odre era um recipiente, feito de pele de animal, em que o suco da uva era fermentado.

No processo de produção do vinho, as uvas eram prensadas para ser retirado o suco, que passava por uma peneira e era derramado em barros para serem armazenados. Depois de um tempo, o suco era armazenado no odre, durante três a quatro meses para ficarem no ponto. As peles dos odres tinham que ser novas para serem utilizadas, pois, caso contrário, os odres velhos estragavam o suco armazenado.

 “Precisamos ser um odre novo para receber o vinho, o odre velho já está acomodado”, disse Ana Paula. Ela enfatizou como seria difícil se Deus não tivesse o controle de todas as coisas na nossa vida. Quando o vinho vai acabando, esse símbolo de alegria fica apagado e isso pode ser o próprio Deus dizendo para sairmos da zona de conforto. Por isso, é preciso renovar os odres para que o Espírito de Deus opere.

As diferenças entre o odre velho e o odre novo
(Versículo-tema: Mateus 9.9-17)

Nesse texto Jesus trabalha sobre a mentalidade do novo povo de Deus.

Ele estava à mesa com os discípulos quando os fariseus chegaram para jogá-lo contra os discípulos. E o mestre então os responde apresentando o novo povo de Deus. Ele contrapôs o velho e o novo.


Nas perguntas dos fariseus você tem o perfil do odre velho – que Jesus contrapõe apresentando a mentalidade do odre novo. A primeira pergunta que os fariseus fizeram foi: “Por que o mestre senta à mesa para comer com publicanos e pecadores?” E Jesus disse que quem tem essa mentalidade de condenação não pode receber vinho novo. O odre novo não condena, mas abraça.

O velho “manda para o inferno” e diz que não tem jeito. Mas o odre novo ora, profetiza que tem jeito e ama.

Jesus diz que o odre novo, que vai receber o vinho novo, não deixa as pessoas do mesmo jeito, mas se assenta ao lado delas e ora para que por meio do testemunho e das palavras elas sejam salvas. Não
existe causa impossível para Deus, não tem essa de “pau que nasce torto nunca se endireita”. Aquele que está doente nunca será curado se não for ao encontro do médico, o mesmo acontece com o perdido. O povo de Deus não é chamado para excluir e condenar, mas para ministrar a cura, a esperança e graça de Deus. Paulo teve um encontro com Jesus por meio de Barnabé, que o acolheu quando ninguém queria ajudá-lo por seu passado. A mentalidade do odre velho é: não tem jeito.

A mentalidade do odre novo é: Jesus é a solução.

A segunda pergunta constrói a mensagem baseada na religiosidade: “Por que nós jejuamos muito e teus discípulos não?” Os fariseus viviam as leis de forma pesada. E Jesus esclarece que o propósito da lei não é trazer peso, mas ajudar a viver uma vida de santidade. O odre velho vive o peso da lei, a religiosidade. Um exemplo é quando o pai pede ao filho para pagar uma conta, mas o filho diz que não pode porque está lendo as “sagradas escrituras”. Se fulano usa um tipo de roupa é um pecador.
Religiosidade, ela inevitavelmente leva o religioso a matar o outro. Jesus foi morto por causa da religiosidade. Jesus disse que a vida do odre novo, do povo de Deus, não está fundamentada na regra, mas no Noivo (Ele mesmo).


O novo povo de Deus não tem na lei a sua vida, mas em Jesus. Por isso, é tempo de se alegrar na presença dele. Mas se Cristo não está mais no nosso meio, temos que orar, jejuar e clamar sua presença. A vida, a busca, a caminhada somente acontece a partir da presença dele em nós. Enquanto a religiosidade leva os religiosos a matarem o outro, o evangelho leva o crente a apresentar a vida. Somente aqueles que se transformam em odres novos  receberão o vinho novo! Meus irmãos, Deus não vai reforçar a religiosidade, tampouco vai derramar sua glória sobre os acusadores. O vinho novo vai ser derramado na vida daqueles que olham somente para Jesus, e esses são os odres novos.

Temos clamado pela visitação do Senhor em nossas vidas, pois há muito mais para ser derramado, Ele quer derramar muito mais. Mas isso somente acontecerá quando nos tornarmos odres novos! Não
tem a ver com a denominação nem com o status, tem a ver com Jesus! Somos transformados de glória em glória, dia após dia. O vinho “NOIVO”, Jesus! Em Atos 2.1-13, as pessoas estavam preocupadas
com Jesus e deixaram tudo para estar com o Senhor. Eles foram àqueles lugares onde a perseguição era mais intensa, mas não estavam preocupados com isso.

Eles queriam obedecer ao Senhor. Eles estavam bêbados mesmo, pois o vinho é Jesus!! Aleluia! Era alegria demais, muita presença de Deus, que Pedro explicou à multidão ser a embriaguês do espírito,
envolvido pela presença do Senhor.

Precisamos clamar desesperadamente pelo vinho novo e pela transformação de nossos odres velhos em
novos! Clame por Sua presença, peça a Ele que lhe transforme em odre novo, pois somente assim você vai receber o vinho novo.


Se preferir assistir o vídeo está aqui:

Odres Novos X Odres Velhos - Pr. Gustavo Bessa - 13º Congresso de Louvor 

Diante do Trono

Seja abençoado com esta palavra.








 

EU SOU UMA MULHER AMADA, ACEITA, VALORIZADA, UNGIDA, INTELIGENTE ABENÇOADA, CONTROLADA, MÃE, COMPANHEIRA, ALEGRE, AMIGA, SÁBIA E VITORIOSA EM TODAS AS ÁREAS DA MINHA VIDA.

You Might Also Like

0 Deixe seu comentário

Obrigada pela visita !

Deus te abençoe com toda a sorte de bençãos nas regiões celestiais.

Eu declaro que você viverá dias de alegria,de paz de saúde,de prosperidade,de amor.Nesses dias, o Senhor mudará a sua sorte e a sua boca se encherá de riso e a sua família viverá o melhor de Deus. Em nome de Jesus.